quinta-feira, 23 de julho de 2009

Espírito Santo - Eleições ainda só no asfalto.

As eleições para Deputados, Senadores, Governadores e afins ainda não subiu o morro.

Enquanto as classes empresariais já discutem os emaranhados da politica capixaba, as classes menos favorecidas ainda discutem a tabela do campeonato brasileiro de futebol.

É comum ver nas rodinhas dos happy hours, entre uma cervejinha e um espetinho, surgirem criticas e opiniões diversas sobre nossos governantes, enquanto isso nos botequins de meia ladeira, nos morros onde a presença de Deus fica mais perto, o som da comunidade rola entre uma sacanagem e outra sobre o gol perdido por Adriano contra o Baruerí no maracanã.

É claro o descontentamento sobre a forma usada pelo governador do Estado na partilha das benesses.

Do favorecimento de uns em detrimento de outros.

A luz que brilha no fim do túnel podem ser lampadas de 20W, aquelas de brilho fraco quase apagada e a eleição do vice governador já aparece como difícil de acontecer.

Se esse trem ancorar nesse trilho a maquina do governo vai ter que trabalhar muito para fazer a reversão.

Enquanto isso o morro festeja alegre, a possível queda do Botafogo e do Fluminense, o gato de Dona Candinha que desapareceu entre um e outro churrasco no boteco do Zé de Lurdes

Festeja as 18 horas com a Ave Maria no rádio, o banho no tonel atrás do prédio em construção

Festeja a batida do tambor no terreiro de Josefa enquanto Madalena desfila seu garboso rabo em um vestido floral de grife nas alamedas do Itararé

A Luz que acende no fim do dia é a do estampido de uma arma de fogo que desvairada e perdida se acha no peito de um jovem de 17 anos que olha o amigo e diz: “cara me acertaram” fim da vida pra mais um. E´é mais um mesmo, mais um nas estatísticas do Secretário de Segurança Pública.

Os Jornais, só os que recebem e podem falar, mostram uma foto de mais um negro. Hoje excepcionalmente o morro não irá rir, perdeu um filho, um irmão

O Governo também deve chorar, não pela morte do cidadão, não do jovem de 17 anos

Chora o voto perdido

O confronto do apocalipse está marcado.

Que vivamos Séculos e Séculos diários, amém.

Um comentário:

Candoca disse...

oi
Gostaria de te convidar para conhecer meu blog:
camadegatogoytaca.blogspot.com
Um abraço
Candoca