quarta-feira, 23 de setembro de 2009

Amigos não morrem, viajam por um tempo.

Em minha estada por Campos, encontrei no último domingo dia 20 no Super Bom, Renatinho com os filhos a fazer compras. Torcedor rubro negro, Renatinho estava todo empolgado com os filhos e os projetos conquistados.
Breve relato do papo amigo:

Di: Grande Renato Barbosa! Vou dar uma de Chacal e torcer sua orelha lá no dihumor.
RB: Que isso!.. Me dá um refresco, pega leve lá... Eu adoro ler os Blogs do Ricardo André e o própio Chacal, só que eu faço oposição por ideologia política, não por oposição pessoal. Se fosse preciso apoiar a Arnaldo, eu faria outra vez. A turma do Garotinho não da chance ao povo de Campos. É só empresa de fora. Nosso recurso vai todo pra firmas de fora. Eles fazem uma politica da perseguição, e com isso eu não concordo. Mas deixa a política de lado... E você? Soube que está fora da cidade...
Di: É agora estou em Vitória. Mudança do governo aqui me fez mudar de ares, além de não ter recebido do Feijó.
RB: É. Fiquei sabendo. Isso não é coisa que se faça! Você foi amigo quando precisamos. Ele não foi homem com você.
Di: Relaxa... Um dia isso volta.
RB: Volta sim. Fica atento. Já estou articulando. Na próxima venho candidato a prefeito, quero contar com vocês aqui me ajudando.
Di: Tamo junto! (risos)
RB: Deixa eu terminar minhas compras. Manda um abraço pro Chacal, pede a ele para ter calma. As mudanças virão em breve.
Di: Ixi! Vou colocar no blog que você vai pedir arrego pro Chacal. (risos)
RB: Olha lá! Não me comprometa(risos). Não põe mais lenha na fogueira!

E assim meu amigo Renatinho saiu sorridente.
Vai na fé amigo! Até breve!

Um comentário:

Xacal disse...

Fala, meu caro...

Engraçado que os imbecis dessa planície ainda não entenderam bem a função de um personagem como o xacal...

tudo bem, nem eu entendo, às vezes...

mas fica claro, que a despeito desses beócios, que tentam, no indigno "esporte" de adulação e puxassaquismo, serem mais "realistas que o rei"...

o "alvo" das críticas não se incomodava tanto, pelo que ficou claro, quanto seus asseclas...

um abraço...